Profa. Cínthya Isquierdo

“Desde pequena, o desenho foi a forma que encontrei de me expressar. Confesso que durante a infância dei certo trabalho na escola, pois nem tudo podia ser explicado através das imagens. Pelo menos, ganhava todos os concursos de cartazes e era requisitada para decorar ou participar de eventos que envolvessem arte. Sentia orgulho em ver minhas criações expostas pela escola.

Minha postura só mudou quando fiz o Curso Técnico de Publicidade no Colégio São Judas. Lá, eu não só poderia desenhar, como deveria fazê-lo. Gostei tanto da brincadeira que resolvi prestar vestibular para Educação Artística na Universidade São Judas Tadeu, onde também estudavam minha irmã Viviane, cursando Letras, e o meu namorado (hoje marido), cursando Ciências Contábeis.

Lembro-me bastante das competições promovidas pelo departamento de esportes. Meu marido era do time de basquete, e todos os finais de semana assistíamos aos jogos entre as principais universidades como PUC, Mackenzie, USP. A equipe da São Judas era comandada por Tânia Clarice Silva de Souza, que ainda hoje dá aulas de basquete. A São Judas foi campeã muitas vezes. Bons tempos…

Antes mesmo de me formar, fui convidada a dar aulas de Geometria Descritiva para o curso de Engenharia. Encarei o desafio, apesar da enorme diferença em relação à postura dos estudantes de áreas tão distintas. Passei a dar aulas para os cursos de Arquitetura, Matemática, Educação Artística e Desenho Industrial, sempre desenvolvendo a linguagem do desenho.

Atualmente, leciono nos cursos de Desenho Industrial e Engenharia, e na Pós em Arte-Terapia. Mas não pense que a minha vida como estudante terminou. Além de ter feito dois cursos de pós lato sensu, hoje sou aluna do Mestrado em Arquitetura e Urbanismo na São Judas. Ao todo, tenho uma relação de 20 anos com a Universidade. Considero-a minha segunda casa. Sinto-me como parte de uma grande família. Até costumo brincar que logo, logo, ganharei uma plaquinha de identificação, como parte do patrimônio…

Brincadeiras à parte, adoro a convivência diária com antigos professores e alguns dos ex-alunos que, como eu, fizeram carreira aqui. Entre todos, não poderia deixar de citar os professores José de Oliveira, Loris Graldi Rampazzo, Maria Aparecida Bento, Paula de Vincenzo Fidelis B. Mattos, José Carlos Jadon, Rosário Antonio D’Agostino, Ivani Aparecida Martins da Silva, Josefa Tápia Salzano, Airan de Abreu, Joaquim Fernando Prado Ribeiro, Luis Fiorani e Luiz de Oliveira Xavier, que tão bem me acolheram.

A São Judas foi e continua sendo cenário para muitos acontecimentos da minha vida e é bom dividir isso com vocês do Interconectados!”

Cínthya Maria Rodrigues Álvares Isquierdo – Ex-aluna, professora dos cursos de graduação em Desenho Industrial e Engenharia, professora do curso de pós-graduação em Arte-Terapia e aluna do curso de mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Clique aqui para ver mais fotos

Saiba mais sobre o curso de Educação Artística da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Desenho Industrial da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Engenharia Civil da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Engenharia da Computação da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Engenharia da Produção da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Engenharia Elétrica da São Judas

Saiba mais sobre o curso de Engenharia Mecânica da São Judas